29 de set de 2010

Ribeirão dos Topázios

Local: RPPN Linda Serra dos Topázios
Município/Estado: Cristalina - GO
Contatos: Jurandir guia 61 9231-9399 8110-1705/Jaime proprietário 61 9918-0983(fixo)

8135-6822(celular).
Data das visitas: 25 e 26/09/2010 (dois grupos diferentes fizeram a caminhada.
Como chegamos: 150km distante da rodoviária de Brasília, seguindo pela BR-040 até Cristalina entrando à direita 3km após a rodoviária e seguindo mais 12 km em estrada de barro de acordo com as placas indicativas.
O que visitamos: Vale do Ribeirão dos Topázios com 2 poços límpidos e profundos e a Garganta, após o terceiro poço com acesso via pequena escalada. A Garganta só é acessível com o nível mínimo de água do rio e com muita dificuldade.O Ribeirão dos Topázios é afluente do Rio Corumbá.
O que levamos: água, lanche, roupa de banho, protetor solar, saco para coleta de lixo, boné, bota. Se fosse para descer a garganta, seriam necessários 20 m de corda para quem tem experiência e mochila preparada para submersão porque a descida é por dentro da queda d´água.
Tempo de caminhada: se estacionar o carro na estrada de acesso ao rio topázio no local onde a passagem de carro não tracionado fica difícil, a caminhada até o 2º poço demorou 1:30 minutos. A volta demorou 01 hora. Lembrando que ficamos 02 horas no início do cânion no segundo poço.
Grau de dificuldade: fácil a médio, a caminhada para o rio Topázio e retornar. Lembrando que na época da seca é necessário preparar-se para passar por galhos secos. Com uma distância aproximada de 10km de ida e volta.
Valor do ingresso: R$ 10,00 por pessoa por dia.
Necessidade de guia: é permitida a visita sem guia, porém a primeira visita deve ser com guia porque existem várias trilhas e estradas dentro da RPPN.
Participantes: Dia 25: Clauber, Fabiane, Fernanda, Maria Clara, Márcia, Moacir e Sandra. Dia 26: Orlando, Juliana, Pedro e Monika (Polonesa).
Dicas:
- Todas as 3 atrações ficam dentro da fazendo do Jaime que tem 500ha de área. É um senhor bem amistoso que tem uma grande consciência ecológica. Possui uma grande biblioteca e muito conhecimento sobre a história da região. Visitar este lugar e não trocar um dedo de prosa com Jaime é dar viagem de balde (perder uma grande oportunidade).
- É permitido acampar pagando-se mais R$ 20,00 por dia, desde que combinado antecipadamente por telefone.
- A RPPN Linda Serra dos Topázios é um centro astronômico vinculado à UNB pois Cristalina possui um dos céus mais limpos do Brasil na época da seca.
- Outras cachoeiras no município são as dos Ribeirões das Lajes e do Arrojado
Por: Clara e Orlando

Fotos: http://picasaweb.google.com/caminhardf/RebeiraoDosTopazios#
















O Grupo de Sábado:

















Teiu do pedaço
















Detalhe do Ribeirão dos Topázios















Depois do fogo ... primeiras a flores

11 de set de 2010

08/09/2010 - Trilha Indaiá - Itiquira

A trilha Indaiá – Itiquira superou as expectativas em relação ao número de participantes. Apesar de todos os acontecimentos em torno do Feriado da Independência, 24 pessoas participaram da caminhada que margeou o Rio Indaiá até o alto do Salto Itiquira.
O Grupo se reuniu em frente ao posto Colorado (Sobradinho) e seguiu em comboio no sentido Formosa – GO. A viagem, com aproximadamente 1 hora de duração, foi bem tranquila. Rapidamente acessamos as fazendas da Região e a estrada sem asfalto já nos libertava da cidade.
O acesso ao percusso se dá via propriedade privada, Fazenda Indaiá – que comercializa água mineral de mesmo nome –, e custa R$ 10,00 por pessoas. Cumprindo as formalidades, seguimos rumo ao Salto Itiquira.






O Grupo







Dia quente e sol a pino, começamos a trilha já em busca do melhor caminho. E nada melhor do que começar atravessando o rio e testando os calçados (rsrs). Pouco tempo depois o lugar já nos proporciona a visão de uma bela cachoeira formada pelo Indaiá. Parada estratégica para fotos e observação da força das águas daquele rio que a pouco cruzamos.


Fizemos o caminho com apenas uma parada para refrescar, mais ou menos 1h15min após o início da caminhada, depois da descida mais puxada do percusso. Baterias recarregadas, seguimos nosso caminho contemplando as belezas do Cerrado e acompanhado o Rio Indaiá, que hora ficava bem ao nosso lado, hora bem mais abaixo, devido ao relevo do terreno. E em seguida foi atravessado novamente.
Com mais 45min de caminhada chegamos ao alto do Salto Itiquira. O Indaiá forma pequenos poços excelentes para banho e as quedas proporcionam hidromassagem natural aos banhistas. De cima é possível ver o Parque Municipal de Itiquira com o estacionamento lotado e cheio de gente circulando. Pessoas atraídas pela grandiosidade do 2º maior salto do Brasil em altura (169 metros).
Ficamos por ali, olhando de cima e aproveitando a água fria e revigorante. Extasiados “levantamos acampamento” e refizemos o caminho de volta.

Por Fernanda Nascimento

Fotos: http://picasaweb.google.com/caminhardf/IndaiaItiquira#






O caminho














9 de set de 2010

Cavalcante - GO

Com alguns ajustes conseguimos manter o combinado nas atividades em Cavalcante.

No Sábado dia seguimos até a Ponte de Pedra numa forte subida de 3km e outros 3km de caminhada plana.
Lá de cima se tem a vista do vale do Parque Nacional e do Rio São Bartolomeu, por onde segue a estrada para Colinas do Sul.

No Domingo fomos à Comunidade do Engenho II ver as Cachoeiras Santa Bárbara, Tiririca e Capivara. A Caminhada é leve e a paisagem é muito bonita. O que vale à pena alertar é o cuidado que devemos ter na travessia dos riachos, principalmente, com soa carros mais baixos.

2ª feira, com algumas baixas, pois parte do grupo voltou mais cedo e outros preferiram ficar na cidade, seguimos para as Cachoeira do Prata. Porém, em função do atraso provocado pelo defeito no freio de um dos carros, saimos tarde e nem todos foram até a ultima Cachoeira, Rei do Prata. Apenas Marlon e Neutonia que acaparam por lá tiveram esse prazer.

No último dia saímos cedo, almoçamos no Poço Encantado, perto de Teresina de Goiás, e chegamos em Brasília por volta das 17h.

Pensando em atividades mais desafiadoras, consgui reunir informações para duas caminhadas mais longas que podemos fazer no futuro:

1) Travessia da BR 010, na altura de Teresina de Goiás, até Cavalcante acompanhando o Rio das Almas e passando pela Cachoeira Santana. O caminho contorna a parte alta do Parque. São cerca de 13km.

2) Travessia do Engenho II ao Vão do Moleque. As duas maiores comunidades Quilombolas da Região. São cerca de 30km. Tenho dados e indicações de guias experientes e alternativas de retorno/resgate.

Nos próximos dias registro os detalhes das idéias.

Aproveito para agradecer à agradavel companhia de Clara, Marcia, Angélica, Andréa, Nautonia, Marlon, Moacir, Sandra, Paula, Lígia, Marconi, Eder e Marco Aurélio.


Abaixo segue atalho para o Álbum no Picasa:

http://picasaweb.google.com.br/caminhardf/20100904_Cavalcante#


Por:
João Carlos Machado
joaocarlos.machado@gmail.com